8 de janeiro de 2016

CONHECENDO O AUTOR...


Hoje em dia, muitas pessoas têm conhecimento de que Deus está "em algum lugar lá em cima". O nome dele lhes parece familiar, sabem que é famoso, importante e poderoso - mas não têm a menor ideia de quem ele realmente é!

A Bíblia é a história de Deus e a melhor maneira de conhecer o seu autor é lendo a sua história. Ela revel a sua personalidade eterna, seu poder infinito, seu amor ilimitado e sua glória inigualável que dá sentido a vida, alega o coração e imprime propósito ao nosso caminhar.

A Bíblia nos revela o Deus de glória cuja presença real pode preencher o vazio...consertar o que foi destruído...perdoar o pecador...livrar da amargura....dar propósito ao que não tem sentido...auxiliar o necessitado...encorajar o temeroso...fortalecer o enfraquecido...levar a verdade ao religioso...oferecer esperança ao desesperançado e amor ao abandonado.

Embora essa história não nos dê uma explicação ou definição de Deus, a frase de abertura de Gênesis deixa claro que ele, como Criador, é eterno e, portanto, não está limitado pelo tempo. Deus criou o tempo, mas não é limitado por ele. A eternidade de Deus significa um maravilhoso conforto diante de algo tão definitivo e amedrontador quanto a morte. Quando um cristão morre, é conduzido à presença de Cristo na eternidade e passa para um estado atemporal. Deus transcende o tempo. Para ele, toda a história - passado, presente e futuro - é agora. Ele enxerga o conjunto todo; não nos enxerga agora e depois espera 30 anos para, então, nos observar novamente. Vê a nossa vida inteira de uma só vez, do inicio ao fim.

E assim como Deus não é limitado pelo tempo, também não é limitado pelo espaço. Está em todos os lugares ao mesmo tempo.

Deus é maior que a sua criação. Não há nada em nossa vida - circunstancia ou crise, organização ou administração, acordo de aliança ou individual, problema ou pressão, vicio ou sofrimento, doença ou dor, governante o criminoso, visível ou invisível - maior que Deus! Ele é o criador e tem o domínio sobre tudo e é totalmente capaz de controlar não apenas o que parece, mas está de fato, além da nossa capacidade de resolver.

Deus é também distinto da criação. Assim, quando algo está errado, ele pode consertá-lo...quando perdido, encontrá-lo...quando não funciona, arrumá-lo...quando ferido, curá-lo...quando morto, ressuscitá-lo! Nossas falhas, pecados, erros de defeitos de modo algum diminuem, esgotam, enfraquecem ou ferem a Deus!

Deus trabalha como Criador. Ele opera em coisas grandes e pequenas; compreende nossa grande decisão...grande compromisso, grande problema, mas também nota uma pequena lagrima...uma pequena bondade...uma pequena magoa. Deus opera de modo invisível e dá inicio as coisas. Mesmo quando não percebemos que está operando, está ativamente presente e comprometido. Ele inicia a criação e as nossas vidas, a sua e a minha, tanto a física quanto a espiritual, dependem da iniciativa de Deus.

Deus é pessoal e amoroso. Ama a todos na terra e podemos chamá-lo de Pai quando o buscamos para um relacionamento pessoal através da fé em seu filho. A glória de Deus Pai torna-se visível e acessível a nós por meio do Deus Filho, Jesus; e a glória do Deus Filho torná-se real e acessível a nós através do Deus Espírito Santo.

Para conseguir um significado verdadeiro, profundo e duradouro para sua vida....conheça a Deus.
Para conhecê-lo...leia a sua história, leia a Bíblia diariamente!


Texto: Anne Graham Lotz
Foto: William Oliveira

Comente com o Facebook: